close
Literacia Digital

Aplicações – 15 Sugestões para iniciantes (e não só)

No passado dia 30 de abril dinamizei um Webinar junto dos meus colegas do Agrupamento e de alguns convidados. Foram 2 horas de conteúdos, interatividade e esclarecimento de dúvidas, sempre com pelo menos 60 participantes, número fantástico para uma altura de múltiplas ocupações e tarefas (aparentemente) infindáveis!

A temática principal deste Webinar foi “Aplicações no apoio ao trabalho dos professores”, dentro da qual tentei centrar-me num tópico que considero muito importante: Interatividade.

Neste evento comecei por elencar um conjunto de considerações importantes para quem é iniciante na utilização de aplicações no contexto das suas atividades letivas. Optei por incluir estas indicações introdutórias para que os(as) colegas recém-chegados(as) às Tecnologias Educativas não fiquem ansiosos ou deprimidos no momento em que tenham dificuldades, quando utilizam as aplicações de formas menos corretas ou aplicações menos apropriadas para as funções desejadas.

À beira de um ataque de nervos

Este tempo de ensino e apoio aos alunos a partir de casa está a deixar muitos professores à beira de um ataque de pânico e alguns com alguns sintomas de Burnout, tal não é a quantidade de tarefas que lhes são solicitadas.

Foto de energepic.com no Pexels

Por isso, creio que existem algumas questões importantes que podem contribuir para diminuir a sensação de sobrecarga. Existem também alguns pré-requisitos para quem trabalha com Tecnologias Educativas, que fazem toda a diferença na forma como as aplicam diariamente e, principalmente, que permitem a compreensão dos processos de automatização de algumas tarefas, retirando algum peso ao trabalho do professor.

Por vezes, parece fácil a escolha e implementação de uma aplicação. No entanto, no meu ponto de vista, é importante entender que estas competências não podem ser adquiridas de forma imediata, requerem tempo e muita prática.

De qualquer modo, entendo que esta época gerou necessidades que são impulsionadoras muito poderosas num processo de aprendizagem.

Partilho convosco a primeira parte do Webinar, na qual abordo e apresento uma seleção de dicas e pistas:

  • O Equilíbrio entre o Analógico e o Digital;
  • A importância de diversificar as aplicações solicitadas na apresentação de produtos criados pelos Alunos;
  • As aplicações são importantes para Professores e para Alunos
  • É fundamental conhecer a lógica de funcionamento de cada aplicação;
  • Utilizar as ferramentas corretas para a finalidade desejada;
  • Conhecer as Competências Digitais do Professor do Séc. XXI;
  • Ter cuidado com o Excesso de Informação;
  • Ter mentalidade digital;
  • Não ter receios de Testar;
  • Desenvolver Autonomia Digital;
  • Reconhecer a importância da Aprendizagem ao longo da vida;
  • Escolha consciente e organizada de aplicações;
  • Criar uma lista organizada das aplicações necessárias;
  • Reconhecer que é impossível trabalhar com todas as aplicações;
  • Utilizar o Ciclo da experiência: Conhecer, Criar, implementar, testar, avaliar, reformular;

Sugestões e indicações muito diversas, mas que podem ser úteis para quem está a iniciar-se nesta aventura digital, mas também para quem tem, por vezes, a sensação de estar assoberbado de trabalho!

Boas Aplicações!

Créditos da Imagem de destaque

Imagem de Monoar Rahman Rony por Pixabay

Tags : DicasLiteracia Digitalprofessores

Leave a Response